Arquivo para março, 2015

Os alunos  4º ano da Escola Pueri Domus Araraquara foram conhecer o Museu Portinari em Brodowski – SP, no dia 26/03/15, com um Estudo do Meio.

Confira outras fotos em nosso álbum do Facebook: http://wsi.is/q8R 

O herói precisa salvar a princesa das terríveis garras do vilão, e assim acabar salvando o mundo. Parece mais uma história de contos de fadas, mas é o Super Mário, um famoso jogo de vídeo game que esteve -  e está  - presente na vida de várias pessoas ao longo dos anos. Os vídeos games são jogos de entretenimento que têm a finalidade de lazer, diversão e até mesmo ser um suporte para a educação. Contudo, o uso inadequado pode causar impactos negativos aos jogadores, causando danos psicológicos, emocionais e até de vida. Por esses motivos, sempre surgem várias reflexões sobre o tema e perguntas sobre os benefícios e malefícios que o uso dos jogos eletrônicos podem proporcionar à sociedade, sobretudo às crianças e adolescentes.

A ciência comprovou que o uso de jogos eletrônicos podem proporcionar uma vida mais saudável. Pesquisas comprovaram que a prática de jogos eletrônicos podem melhorar a visão além de ajudar o cérebro a prestar atenção em vários eventos e estimular a memória. Alguns tipos de jogos, como Tetris influenciam do desenvolvimento de algumas áreas cerebrais voltadas à coordenação visual, táteis e auditivas.

Novos tipos de tecnologia empregadas em videogames como o Wii, influenciaram na melhora do equilíbrio em pacientes portadores de Parkison, além de incentivarem às práticas de atividades físicas, combatendo o sedentarismo entre jovens.

Pesquisas científicas comprovaram também que as práticas e jogos eletrônicos podem aumentar a coordenação entre olho e mão, importantíssimo para cirurgiões ao realizarem cirurgias menos invasivas e com mais exatidão.

Para a educação, os jogos eletrônicos oferecem estímulos para o desenvolvimento de criatividade, estratégia e desafio, qualidades para o aprendizado. Ao jogar qualquer tipo de game o indivíduo é convidado a aprenderpor base das tentativas, os erros são superados até chegar no acerto.

Por mais que possuam vários fatores positivos, os games também possuem aspectos negativos que devem ser amplamente discutidos. Por proporcionar prazer ao jogador, os games podem viciar como qualquer tipo de droga, causando dependências, além de outras alterações cognitivas, principalmente à crianças.

O uso dos jogos eletrônicos devem ser evitados por muitas horas, pois podem causar lesões cerebrais além de problemas de obesidade e problemas cognitivos, principalmente quando o cérebro está em expansão e a personalidade está sendo formada, como em crianças e adolescentes. Jogos com temáticas agressivas podem influenciar a comportamentos destrutivos e gerar ansiedade, desencadeando problemas de relacionamento entre colegas e familiares.

A quantidade de horas passadas jogando videogames influencia no ritmo escolar, quanto menos tempo estudar, via outros suportes como livros e cadernos, o aluno poderá apresentar declínio nas atividades escolares e até mesmo no convívio social.

O interessante é sempre adequar o uso da tecnologia às diversões e  necessidades do dia a dia, para não extrapolar as noções de realidade e comprometimento com o social. Os videogames, assim como outras opções tecnológicas, servem para complementar as nossas vidas, e nunca, substituí-las. Por isso, jovens e pais, o equilíbrio em qualquer atividade é essencial para a diversão, um bom aprendizado e relacionamento.

Referências:

http://info.abril.com.br/noticias/tecnologia-pessoal/2014/06/10-razoes-pelas-quais-os-aparelhos-moveis-devem-ser-proibidos-para-criancas-menores-de-12-anos.shtml

http://hypescience.com/23609-video-games-fazem-bem-a-saude-de-acordo-com-pesquisas/

http://rachacuca.com.br/curiosidades/29/beneficios-do-video-game/

http://www2.uol.com.br/vivermente/noticias/efeitos_do_videogame.html

http://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Espaco/noticia/2015/02/game-brasileiro-ensina-fisica-de-particulas-atraves-de-missoes-para-colonizar-marte.html



Os alunos do 2º ano trabalharam os cinco sentidos em aulas praticas muito interessantes.
Confira mais fotos em nossa página do Facebook: http://wsi.is/q6g 

Albert Einstein foi o percursor da física moderna, graças aos seus estudos e a contribuição que fez,  não somente à Física mais também às outras áreas. Em 20 de março de 1905, o físico alemão publicou pela primeira vez sua tese da Teoria da Relatividade e afirmou que o tempo e o espaço são entrelaçados. Parece um pouco complicado mas não é tão assim.

Para Einstein, o tempo é como um lugar para onde caminhamos. Mesmo que você esteja parado, ainda estaria em movimento, isso em relação a dimensão do tempo, enquanto se está parado os segundos continuam a passar. Estaríamos, portanto, num trem em direção ao futuro numa velocidade constante. O que foi surpreendente no conceito é que esse trem pode acelerar ou desacelerar. Daí vem o termo relatividade, o tempo é diferente para percepção de cada indivíduo, isto é, quando o corpo está em movimento, o tempo passa mais devagar e vice e versa.

No dia a dia essa relação com o tempo e o espaço não é percebida pois as análises da Relatividade se aplicam às velocidades extremamente rápidas,  como a velocidade da luz, que é o limite da medição de velocidade.

A construção da tese de Einstein não foi feita sozinha, ele utilizou outros Físicos como base para construir a sua aplicação, isso é, pelo fato do conhecimento ser construído através do tempo e assim o fez.

 

Do Big Bang até os dias de hoje

Ainda na tese sobre a relatividade, as descobertas também implicavam em Energia. Tudo é feito a partir da mesma Energia, ou seja, todos nós compartilhamos da mesma Energia, e por essa razão, o espaço é entrelaçado com tempo, surgindo a célebre equação: E=m.c², revelando que um átomo ( ou as menores partículas) pode gerar uma energia imensa capaz de destruir uma cidade, como ocorreu com a bomba atômica.

Para essa tese, o tempo e o espaço são finitos, ou seja, eles tiveram um começo e terão um fim. O Espaço está em expansão que começou a partir de uma explosão, chamada por Big Bang. Desta explosão, resultou a criação de todo o universo, no qual compartilhamos da mesma energia que se dissipa através do tempo na linha do futuro. Estamos sempre caminhando para frente, graças à relatividade.

Hoje, possuímos muita tecnologia pensada através dessa teoria, que possibilitou o desenvolvimento para a humanidade. Com ela é possível o uso dos GPS, entendermos o fenômeno do magnetismo e até o porquê do ouro ser dourado.

Em 1921, Einstein acrescentou mais elementos a sua teoria. Com o passar dos anos, conquistou diversos prêmios, como o prêmio Nobel,  ao provar através de um eclipse sua teoria.

O mais interessante nisso tudo é que todos se beneficiaram dessa teoria, mas é importante deixar claro que Albert Einstein não contribuiu com a construção da bomba atômica e, anos antes de sua morte, assinou um documento que pedia a não utilização de suas descobertas em armas nucleares.

Muito além de um Físico, ele também foi um cidadão que quis construir um mundo melhor através do conhecimento. Uma de suas frases era que através de sua teoria nós poderíamos “entender a mente de Deus”.

 

Referências:

http://mundoestranho.abril.com.br/materia/o-que-e-a-teoria-da-relatividade

http://www.universitario.com.br/noticias/n.php?i=7133

http://www.megacurioso.com.br/teoria-da-relatividade/56607-6-provas-da-teoria-da-relatividade-em-nosso-cotidiano.htm

 

Os alunos do 4º ano estão aprendendo muitas coisas novas! Nessas últimas semanas eles aprenderam mais sobre Ciências em uma oficina de Ciências com observação em telescópio, e em outra atividade exploraram os polígonos com a oficina de construção de pipas.

Confira as fotos na nossa página do Facebook:

Oficina de ciências: http://wsi.is/q5p 

Oficina de Pipas: http://wsi.is/q5q

Martin Cooper, da Motorola, junto do primeiro celular.

Os meios de comunicação existem para ajudar na comunicação entre as pessoas, eles permitem a transmissão e troca de informações de maneira dinâmica e instantânea.  O homem sempre buscou, ao longo da história, maneiras de se comunicar e a tecnologia ajudou a tornar a comunicação mais eficaz. O telégrafo logo se transformou no telefone que evoluiu para o celular.

O telefone foi inventado, em 1876, na oficina de Charles Williams em Boston, quando Alexander Graham Bell e Tomas A. Watson se encontraram. Alexander estava inventando um sistema para ajudar a ensinar pessoas com deficiência auditivas a se comunicar. Ao procurar suporte para sua invenção começou a trabalhar junto a Watson e inventou o telefone pensando na seguinte frase: “Se eu pudesse fazer com que uma corrente elétrica variasse de intensidade da mesma forma que o ar varia ao se emitir um som, eu poderia transmitir a palavra telegraficamente.”

Em 1973, 100 anos após a invenção do telefone, a marca Motorola realizou a primeira ligação de telefone móvel com um aparelho que media 25 cm de comprimento, 7 cm de largura e sua bateria durava apenas 20 minutos durante uma conversa, surgiu o famoso “tijolão”. Foi o maior espanto e causou enorme interesse nas empresas de tecnologia que investiram com tudo nessa nova tecnologia. A comunicação à distância nunca mais foi a mesma, tornou-se cada vez mais fácil.

Com o surgimento do celular, nosso controle sobre o espaço mudou, não é mais preciso estar em casa ou em um telefone público para falar com outra pessoa, ou ligarmos para nossos pais, por exemplo. O celular tornou a vida mais organizada e facilitada, pois, hoje em dia, é muito mais fácil se comunicar e achar as pessoas.

Os celulares foram avançando e não servem mais apenas para fazer ligações ou mandar SMS, eles são praticamente computadores portáteis, mudando a maneira como interagimos uns com outros, como procuramos informações e como encontramos os lugares. As pessoas não param mais em postos de gasolina para perguntar o caminho, elas ligam seu GPS – Global Positioning System (Sistema de Posicionamento Global) ou clicam em algum aplicativo de geolocalização e digitam o endereço. O GPS também é um ótimo meio dos pais acharem as crianças e conferirem sua localização.

Os telefones móveis se tornaram itens indispensáveis ao cotidiano das pessoas. Eles facilitam a vida das pessoas, através dos smartphones podemos trocar informações, ter acesso à Internet, noticiários, fotografar, compartilhar arquivos, participar de teleconferências , bater papos com amigos e jogar vários jogos.

A tecnologia está em constante evolução e aprimoramento, a cada dia uma nova melhoria nos meios de comunicação aparece e nos surpreende. O telefone e o celular mudaram o jeito de nos comunicarmos. O mundo está sempre evoluindo, você consegue imaginar qual será a próxima invenção que vai mudar as nossas vidas?

O filósofo grego Aristóteles, em sua Arte da Poética, diz que a vida imita a arte e a Tragédia é eleita como conceito superior de arte. Assim como a vida imita a arte, a arte imita a vida e as representações artísticas sempre retrataram a vida de diversas formas, seja ela na Literatura, nas Artes Plásticas, no Teatro ou no Cinema.

No cinema, há diversos filmes que abordam personagens que viveram realmente e os transportam para a ficção. Esses personagens inspiram a todos e também podem ajudá-lo na hora dos estudos.

Um filme recém-lançado chama-se o “Jogo da Imitação” que conta a história de um brilhante matemático, Alan Turing que, juntamente de seus amigos, construiu o primeiro computador para desvendar os códigos secretos dos nazistas. Uma figura histórica que é repleta de enigmas e até um tempo atrás estava esquecida.

O “Jogo da Imitação” tem uma importante história e surpreende por seu roteiro. O filme aborda a maneira como se usa as informações que adquirimos, como saber utilizá-las e como aprender a usar o conhecimento que possuímos. Parece simples, mas não é.

O conhecimento é feito a partir da construção dos saberes, aprendemos por “acúmulo de conhecimento” que são como blocos de saberes. Estes saberes vão se acumulando e, com o tempo, construindo o conhecimento. No filme, a necessidade de usar os conhecimentos adquiridos era repetido todos os dias até conseguirem chegar ao objetivo. A importância de repetir também é essencial para a construção do conhecimento, a cada nova tentativa os erros são superados e aprende-se com muito mais eficácia.


A busca por conhecimento não precisa ficar somente nos livros, há várias ferramentas que o ajudarão e os filmes são ótimos para isso. Veja algumas sugestões:

- A Sociedade dos Poetas Mortos (1989)

- Uma Mente Brilhante (2002)

- Legalmente Loira (2001)

- Tróia (2004)

- Coração de Cavaleiro (2001)

- Tempos Modernos (1936)

- Os Vingadores (2012)

O Carnaval de 2015 no Pueri Domus Araraquara foi animadíssimo! Confira no nosso facebook as fotos do carnaval 2015!

Oficina de bloquinhos: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.945675548783672.1073741916.335134823171084&type=3

Hora da folia: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.948953195122574.1073741917.335134823171084&type=3

 

  • (16) 3336 5333
  • |
  • contato@pueridomusararaquara.com.br
  • |
  • Avenida Vespaziano Veiga, 500 - Vila Harmonia
  • |
  • Araraquara - SP
Powered by WSI